Never Say I love You
“fugio vita, cur non possit malus mordere?”
— Marina Q. (Zeroaesquerda)
“Talvez tudo isso seja sede de vida. De que me adianta todos os livros? Tudo que tenho são lembranças imaginadas e jamais ocorridas. Vejo o tempo passar, vejo o bonde da vida na minha frente e fico na parada apenas olhando as pessoas embarcarem. Deus ou deus, será que você realmente escreveu meu destino? Karma? Sina? Será que tudo era um rascunho e tenho o papel e caneta para passa-lo a limpo? Já são 2h da manhã e um universo de questões paralelas não sai da minha cabeça. Deus,amigos,familia ,futuro, destino. O sono há tempos acordou e foi embora. Agora só me resta 17 anos de dúvida. Muito? Pouco? O segredo da vida é a felicidade? Ela não é apenas um estado de espírito irmã da tristeza? Ah vida real, onde troco de canal? Já li 1 milhão de livros e sinceramente nenhum deles me conforta agora. Nada me transborda mais, tudo que me fazia feliz já não me satisfaz. Tudo em movimento, e ando em círculos. A solidão é minha companheira e ela não é má pessoa. Ah madrugada duvidosa, por que me persegue? Larga do meu pé e me deixa dormir.”
— Marina Q. (Zeroaesquerda)
“As peças vão voltar para a mesma caixa no final do jogo”
— Tiago Iorc
“Estou cansada dessa vidinha mais ou menos. Cansada de copos meio vazios, meio sorriso, meia felicidade. Quero copos cheios, gargalhadas pelo ar, quero chutar o balde e ser feliz de verdade. É pedir muito?”
— Marina Q. ( zeroaesquerda)
“Meu caminho é a felicidade, a alegria, a vida… Mas apenas eu posso apontar o caminho.”
— Marina Q. (zeroaesquerda)
“Amarrei em meu pescoço esta corda de tristeza e apenas eu posso corta-la com minha faca da felicidade”
— Marina Q. (zeroaesquerda) 
“O mundo está cheio de magia”
— Marina Q (zeroaesquerda)
“Non nocet, ut iidem”
— Marina Q.
“Chega dessa vidinha meia boca, desse copo meio vazio. Quero morder a vida com todos os dentes, encher o copo, chutar o balde.”
— Marina Q. (zeroaesquerda)
“Viver é amar e Amar é viver”
— Grande Tremolo (Louco aos Poucos)
THEME -