Never Say I love You
“Se deus me deu caneta eu devolvi poesia.”
— Projota (via relevada)
“Pedi pra mãe – me interna, to infeliz pra caralho. Acontece que esses dias estão tortuosos e eu não desejo levantar-me daqui, a poltrona já adquiriu o formato do meu quadril e a TV me dá o entretenimento necessário para continuar trancafiada aqui. Sossego é o que eu quero. Desde que ele fora embora, eu ouço versos que me falam sobre amores arruinados, o coração já não bate, esquecera completamente o tal do Tum-tum-tum. Será que o coração bate assim? Há algum tempo que não sei como ele reage, porque os dias estão vazios. Sabe toda aquela ideologia de que é possível viver sozinho? Pois é. Acreditava nisso piamente porque ele estava ao meu lado, agora que se foi, tudo é cinza. E eu chorei um oceano inteiro essa noite. Eu precisava esvaziar. Porra eu preciso ser internada.”
Caio Fernando Abreu.   (via rabiscador)
“Aí você solta aquele suspiro, que parece descarregar a alma.”
Caio Fernando Abreu (via velaste)
“Mas a verdade é que sou um desastre pessoalmente.”
O Garoto.  (via versadas)
THEME -